outras imagens do produto

Apuros de poetas

José Mena Abrantes

Seja o primeiro a avaliar este produto

Disponibilidade: Disponível

4,72 US$

Data estimativa de entrega
Depende do Serviço / Veja informações de envio

Data estimativa de despacho
27/09/2017 - 29/09/2017


Sumário

Livro capa mole

Características do Produto

Autor José Mena Abrantes
Editora Chá de Caxinde
N.° da Edição 1
Ano de publicação 2007
Números de Páginas 81
Formato Livro capa mole
Língua Português
ISBN 9789898022479
País de origem Angola
Código 20020
Dimensão [cm] 15,9 x 15,9 x 0,7
Sobre o Autor José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”.
Categoria Poesia » Descobre mais nessa categoria