outras imagens do produto

Assim Palavra de mim

João Abel

Seja o primeiro a avaliar este produto

Disponibilidade: Não disponível

4,09 US$


Sumário

Livro capa mole

Detalhes

Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país. Nesta colecção, iniciada no mês e ano em que Angola completa um quarto de século de independência, várias vozes vão exprimir o pensamento dos que, internamente ou no exterior, sendo ou não angolanos, estão com este país.

Características do Produto

Autor João Abel
Editora Chá de Caxinde
N.° da Edição 1
Ano de publicação 2002
Números de Páginas 61
Formato Livro capa mole
Língua Português
ISBN n.a.
País de origem Angola
Código 20024
Dimensão [cm] 20,8 x 13,4 x 0,4
Sobre o Autor João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas) João Abel Martins das Neves Nasceu em Luanda a 6 de Julho de 1938. Membro fundador da União dos Escritores Angolanos tem larga colaboração poética publicada em vários jornais e revistas, nomeadamente na revista CULTURA e no jornal A PROVÍNCIA DE ANGOLA, e figura em diversas antologias: Poetas angolanos (1959); amostra de poesia in Estados Ultramarinos n.° 3, Lisboa, (1959); Força Nova, Luanda (1960); Poetas Angolanos, Lisboa (1962); Angola, Poesia 71 - Cancioneiro angolano, Benguela (1971); Poesia de Angola, Luanda (1976); No Reino de Caliban, Lisboa (1977); Cadernos Sol, Luanda (2001/02). É autor de Bom dia (poemas) e Nome de Mulher (poemas)
Categoria Poesia » Descobre mais nessa categoria