outras imagens do produto

Histórias de Vida e Morte de Gente Simples

Sónia Gomes

Seja o primeiro a avaliar este produto

Disponibilidade: Disponível

7,55 US$

Data estimativa de entrega
Depende do Serviço / Veja informações de envio

Data estimativa de despacho
14/12/2016 - 16/12/2016


Sumário

Livro - Capa mole

Detalhes

"...na obra em nossa posse, Sónia Gomes ajuda-nos a regressar a um passado recente, para nos fazer reviver uma das páginas mais cruéis, porque pintada com o sangue humano, que a cidade do Lwena viveu, em que a vida foi substituída pela morte e “o génio sanguinário do angolano” era exibido orgulhosa e ostensivamente. Estamos na guerra dos famosos 45 dias (1991) e na crise pós-eleitoral de 1992. A nossa autora, apesar da inocência da sua idade, desde o seu observatório, o Bairro Sinai Velho, assiste e vive os horrores da guerra mais absurda que a nossa história já registou. Viu perfilar diante de si a irracionalidade, a exaltação do instinto animal, a ira, o sadismo, a insensibilidade, a desumanidade, a inveja, a cobiça, o preconceito, o racismo, o tribalismo, a vingança, a falsidade e uma lista de horrores inimagináveis"

Características do Produto

Autor Sónia Gomes
Editora Sónia Gomes
N.° da Edição 1
Ano de publicação 2012
Números de Páginas Não
Formato Livro
Língua Português
ISBN n.a.
País de origem Angola
Código 9000005
Dimensão [cm] Não
Peso [kg] 0.2480
Sobre o Autor

Sónia Gomes nasceu no Luena, província do Moxico. É técnica de enfermagem e membro da União dos Escritores Angolanos.

Publicou:
Encontro com o Passado (2005);
Por Pena Morreu Mulemba e Outros Contos (2006);
Erros que Matam – UEA (2007);
Apenas Entre Mulheres e Outros Contos (2008);
A Filha do General – UEA (2010);
Por Forças das Circunstâncias – UEA (2010);
A Mulata e o Velho Sujo – UEA (2012);
Histórias de Vida e Morte de Gente Simples (2012).
Chape, Chape, Chape! – UEA (2014).

Participação em:
Antologia de Contos Inéditos de Autores Angolanos - BESA (2009);
Antologia Como se Viver Fosse Assim… - UEA (2009);
Antología de Cuentos Angolanos – Editorial Arte y Literatura (2010);
Antologia de Contos Angolanos – Dos desertos, dos sonhos, das travessias e do futuro – INIC (2010);
Antologia Oxalá Cresçam Pitangas – Edição Bilingue do Goethe Institut e UEA (2014);
Antologia do Conto Angolano Estórias Além do Tempo – UEA e Textos Editores (2014);
Antologia do Conto Angolano Pássaros de Asas Abertas – A.23 Edições (2016).
Categoria Contos » Descobre mais nessa categoria